4 de fev de 2008

Declaração da Cidade do Cabo para uma Educação Aberta

Graças ao boletim semanal de Octeto, soubemos que na semana passada foi feita pública a Declaração da Cidade do Cabo para uma Educação Aberta, promovida pela Open Society Institute e a Shuttleworth Foundation que, até a data, já tinha juntado mais de mil e duzentas adesões individuais e de diversas organizações.


A declaração convida professores e estudantes para participar ativamente nesse movimento com o intuito de usar e melhorar os recursos disponíveis assim como publicar os recursos próprios através de licenças abertas. Também convoca às instituições para dar prioridade à educação aberta em suas políticas. "todos os recursos educacionais financiados com os impostos dos contribuintes deveriam ser recursos educativos abertos. Os órgãos avaliadores deveriam dar preferência aos recursos educativos abertos. Os centros de recursos educacionais deveriam incluir e destacar ativamente os recursos abertos de Educação dentro de suas coleções." (a versão em português ainda não foi concluída).


A Declaração da Cidade do Cabo está gerando um eco considerável nos meios de comunicação e na blogosfera. Um dos promotores, David Wiley, criou uma página para reunir as referências encontradas.

Um comentário:

Anônimo disse...

Acredito ser bastante válida essa iniciativa. Através da participação ativa de professores e estudantes no incentivo ao uso dos recursos disponíveis por meio de licenças abertas, há maoires chances de ser vitorosa essa luta pois sendo os maiores interessados nesse assunto podem trazer contribuições significativas para a educação.

Maria Aparecida