23 de jan de 2008

2008 - Ano Internacional dos Recifes de Coral

Hoje sairei um pouco da educação em geral para tocar o tema da educação ambiental, pois temos uma grande data para comemorar e participar.

O 2008 foi declarado o Ano Internacional dos Recifes de Coral, pela International Coral Reef Initiative (ICRI). Esta é uma excelente oportunidade de juntar esforços para aumentar a consciência e entendimento sobre a importância dos recifes de coral e seu papel nos ecossistemas marinhos litorâneos e na vida em geral.

Se você se interessa pelo tema e quer fazer alguma ação em prol da conservação e exploração sustentável desses delicados ecossistemas presentes em uma grande parte do nosso litoral, a lista de discussão eletrônica Biota Aquática poderá servir de canal de informação e coordenação de ações entre as partes interessadas. Se você tiver alguma idéia ou proposta para esta comemoração também a poderá divulgar através dessa lista.

Para se subscrever na lista Biota Aquática, visite o site http://tech.groups.yahoo.com/group/biotaaquatica e clique no botão "Join this Group" ou envie uma mensagem sem assunto para biotaaquatica-subscribe@yahoogroups.com


Seguem alguns artigos e links úteis sobre esta comemoração e o tema dos recifes de coral:

- Artigo “2008 será o Ano Internacional dos Recifes de Coral” na FaunaBrasil http://www.faunabrasil.com.br/sistema/modules/news/article.php?storyid=1488
- artigo "Corais em risco de extinção" no Diário de Notícias, Portugal. http://www.faunabrasil.com.br/sistema/modules/news/article.php?storyid=1488

- Site do International Year of the Reef (IYOR 2008) http://www.iyor.org/

- Site da International Coral Reef Initiative (ICRI) http://www.icriforum.org/

- ONG Centro de Pesquisa e Conservação dos Ecossistemas Aquáticos (Biota Aquática) http://www.biotaaquatica.org/




7 de jan de 2008

De volta à sala de aula

Um breve texto em que são sugeridas algumas ações simples que podem ajudar numa prática pedagogica mais efetiva.
De volta à sala de aula
O historiador e diplomata Alberto da Costa e Silva deu, como sempre, uma ótima entrevista, esta para a repórter Mariana Filgueiras, no "Jornal do Brasil", em que fala de quatro atividades essenciais que praticávamos na sala de aula e que, pelo visto, a escola brasileira abandonou. Uma, a leitura em voz alta. Um aluno lia alto e os outros o acompanhavam no mesmo texto, em silêncio. Depois se revezavam. "Quem lê em voz alta toma gosto pela leitura", diz ele. "Ler alto ensina a virgular, ensina as respirações da fala." Outra, o ditado. "Ele educa o ouvido", observa Da Costa e Silva, além de exigir do aluno o conhecimento da palavra e da estrutura da frase, a destreza e a clareza caligráficas. Quantas crianças no Brasil de hoje serão capazes de tomar um ditado sem cometer grossas batatadas com seus garranchos? Uma terceira, a cópia. O simples ato de copiar um texto estimula a concentração para a grafia, os acentos e a pontuação. Não que os garotos não estejam entregando trabalhos baseados em textos que copiam liberalmente da internet -mas a cópia na sala de aula é outra coisa. Ali é que, diante do professor, a onça bebe água. E, por fim, a redação -ou composição, como se chamava, baseada na observação de objetos. "A composição estimula os sentidos. A criança aprende a pôr no papel, com palavras, o que vê", diz Alberto. "A descrição de quadros de natureza-morta, por exemplo, é essencial." Ou a visita ao zoológico, diria eu, ou à fábrica de sorvete. Alguém dirá que o próprio conceito de sala de aula mudou e que o importante agora é enchê-la de computadores. Mas a mecânica elementar do conhecimento em nossos meninos terá se sofisticado a esse ponto? Por enquanto, o que estamos produzindo são crianças que marcam xis no chute em testes de múltipla escolha.
autor: Ruy Castro
fonte: Folha de São Paulo.
data: 07-01-2008.

1 de jan de 2008

Manchetes para refletir sobre a educação que temos e queremos em 2008

As manchetes sobre educação no Brasil reunidas por Renato M.E. Sabbatini na lista EADBR são para refletir:

A tragédia da educação no Brasil

Algumas manchetes deste ano de 2007, que termina hoje:

* 74% da população brasileira não consegue ler e entender um simples texto
* 65 milhões de brasileiros não completaram 4 anos de estudo
* Brasil tem segundo maior índice de analfabetismo da América do Sul (14 milhões de pessoas com mais de 15 anos de idade)
* Menos de 50% dos alunos de 15 a 17 anos estão no ensino médio no Brasil
* 1.5 milhões de jovens entre 15 e 17 anos de idade estão fora da escola. Destes, 620 mil também não trabalham.
* Estudantes brasileiros ficam em penúltimo lugar em prova internacional de avaliação de conhecimento em ciências e matemática
* Apenas 20% dos alunos do nível fundamental aprendem o que é esperado em sua série.
* 40% dos alunos das escolas públicas chegam ao 4o. ano do fundamental sem saber ler e escrever.
* 70% dos alunos das escolas públicas do municipio de Sâo Paulo têm algum problema de saúde, 40% tem dificuldades de aprendizado
* 12% dos professores paulistas faltam regularmente ao trabalho
* Só 12,1% dos jovens entre 18 e 24 anos são universitários
* O número de estudantes que se formam nas universidades públicas brasileiras caiu quase 10% nos últimos dois anos
* Apenas 54% dos alunos terminam seus cursos nas universidades públicas brasileiras; em algums cursos as taxas de evasão são superiores a 70%.
* Brasil tem déficit de mais de 300.000 professores de física, química, biologia e matemática
* Apenas 2% da população têm interesse por ciências
* 50% dos brasileiros não sabem apontar onde fica o Brasil em um mapa.
* 42% das pessoas alfabetizadas leram ou lêem apenas um livro na vida
* 47% dos professores até 4ª série não têm diploma universitário
* 56% dos alunos de sexto ano das faculdades de medicina não
passaram no exame do Conselho Regional de Medicina de São Paulo
* 84% dos graduados em direito são reprovados no exame da OAB-SP
* Apenas 30 dos novos 500 cursos de direito criado nos últimos 5 anos foram aprovados pela OAB

Mas. mesmo com tudo isso, não vamos perder o otimismo. Faça alguma coisa para melhorar essa situação em 2008. Qualquer coisa. Todo brasileiro tem que se empenhar cada vez mais para tirar o nosso querido Brasil desse atoleiro que impede o nosso desenvolvimento e o fim da pobreza e da exclusão social.

Apoiem o Movimento Todos pela Educação. No site existem dicas preciosas para quem quiser colaborar. http://www.todospelaeducacao.org.br/

E acompanhe as estatísticas educacionais por este ótimo site, elaborado pelo Movimento: http://www.deolhonaeducacao.org.br/